Cobertura do 4º Diálogo InfoBranding: Empreendedorismo Feminino

Entre uma ideia e o sucesso existe um árduo caminho a ser percorrido, um caminho cheio de obstáculos  para o qual não há mapas para guiar o viajante. O nome desse caminho chama-se empreendedorismo e a ausência de mapas se deve ao fato do sucesso ter múltiplos significados, que dependem única e exclusivamente da percepção do viajante: o empreendedor.

Para seguir em frente nessa viajem, que diga-se de passagem, não tem volta, o viajante deve ter em mente seu objetivo, sua meta, além de estar munido de seu “kit de sobrevivência básico” composto competência, comprometimento, coerência e trabalho, muito trabalho.

Nessa jornada se destacam as mulheres, viajantes que carregam consigo algo a mais, que na busca por seus objetivos se dedicam ao máximo, acumulando tarefas e se desdobrando  em mil, sem perder o charme e as características que as tornam tão especiais.

Foi pensando nelas que no dia 14 de Abril o InfoBranding realizou o seu 4º Diálogo com o tema “Empreendedorismo Feminino”, onde exemplos de sucesso contaram suas histórias, comentaram suas experiências e apresentaram seus pontos de vista acerca do tema, inspirando a plateia lotada de empreendedoras e mostrando que para um grande sonho não há limites, apenas possibilidades.

Para abrir o evento e dar um panorama do cenário pelo qual as empreendedoras trilham seus caminhos, nossa cofundadora, parceira e empreendedora  Marcia Auriani, que mostrou que as mulheres vieram para ficar no mundo dos negócios, representando uma grande parcela no comando de empreendimentos. Mas, também pontuou questões importantes como planejamento, estratégia e foco no diferencial, sem os quais a perenidade do negócio pode ser seriamente comprometida. E reforçou que para não cair na “commoditização” é preciso que a empreendedora (e empreendedores também) devem investir naquilo que os torna únicos: suas marcas.

Em seguida a palavra passou para Janaína Dias, empreendedora de São José dos Campos, que apresentou como transformou um sonho em realidade e criou o CME- Conselho da Mulher Empreendedora, em parceria com um grupo de mulheres que compartilhavam dos mesmos valores. Uma marca que tem claro o seu propósito: conectar empresárias e executivas de diferentes setores, estimular seu desenvolvimento profissional e pessoal através de encontros periódicos, palestras, debates, eventos e cursos, incentivando um crescimento conjunto de todas as empreendedoras”.

Se há uma mensagem que podemos destacar da palestra da Janaína é a de que com determinação e compartilhamento de valores em torno de uma causa, é possível fazer a diferença e transformar uma ideia em realidade, ou seja, empreender.

A terceira palestrante foi Monica Adan, co-presidente da CIAGROUP. Através de uma apresentação pautada nos conceitos de storytelling, Monica mostrou para os presentes que as oportunidades e experiências que a vida proporciona devem ser agarradas, mas não de qualquer maneira e sim com foco, determinação, competência e viés de aprendizado, fazendo com que os erros sejam os catalizadores de um futuro melhor e que os frutos são colhidos depois do trabalho realizado, ela utilizou-se da metáfora do Bambu para representar a resiliência e visão de longo prazo (entende-se planejamento) como fatores importantes para o sucesso.

Para fechar o ciclo de palestras foi promovido o tradicional diálogo entre as palestrantes, a plateia e a equipe do InfoBranding, o que rendeu muita discussão, interesse e, sobretudo,  estreitou de vez a relação do empreendedorismo com o branding, um tópico que nós adoramos abordar (Conteúdo relacionado: “Branding e Empreendedorismo – A Marca InfoBranding”).

Quando questionadas sobre como elas chegaram a conclusão de que a marca era algo determinante para os seus negócios, as três palestrantes foram unânimes ao ressaltar que a importância da marca não surge de uma hora para a outra, ela é total e existe desde o primeiro momento do negócio e, configura-se com algo a ser dedicadamente trabalhado através de uma visão de longo prazo e planejamento estratégico.

Imagem Artigo 23-01 (1)

A todas as mulheres empreendedoras fica a admiração da nossa equipe, que reconhece que seu papel no mercado e na sociedade é determinante para a construção de um futuro melhor.

Agra é pensar no nosso 5º diálogo, o qual já estamos preparando para você. Fique de olho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *