Não quero dizer Adeus!

Sonhos e projetos são fatores que nos impulsionam a caminhar e a buscar novas possibilidades de realização pessoal e profissional. Quando estamos entusiasmados com algo buscamos fazer com que essa sensação não acabe, portanto alimentamos esses sonhos e trabalhamos em cima desses projetos  visando a sua realização. No entanto para a realização destes necessitamos nos esforçar, nos dedicar e transpirar.

Em um artigo recente que escrevi eu abordei a questão do “brilho nos olhos”, neste me propus a refletir sobre quando este brilho se apaga e precisamos dizer “Adeus”. Acreditar em algo que tem tudo para dar certo é tão fascinante e estimulador, mas quando tudo isso deixa de encantar, empurramos com a barriga ou simplesmente deixamos de lado… uma obra inacabada.

O que me parece é que a falta de entendimento entre os envolvidos no processo de realização e ainda, a não atenção ao que acontece com o tal projeto bacana, podem contribuir para que se torne secundário, desinteressante e chato. Onde está o brilho nos olhos? E a Paixão? E a empolgação inicial? Tudo se acabou sem antes transpirar e se comprometer?

Há pequenos empreendimentos e projetos que se finalizam logo no seu início por falta de preparo, planejamento e visão de negócio. Outros terminam pelo simples fato de não haver mais ânimo de continuar, pois como nem tudo é perfeito como no início, é preferível deixar para lá.

Imagino se Steve Jobs tivesse deixado tudo para lá…

Casamentos se acabam pois os casais não estão preparados ou dispostos a enfrentar as adversidades que ocorrem ao longo da vida, sejam elas pessoais, profissionais, financeiros… enfim é mais fácil deixar.

Pensar nisto é também pensar em Marketing e Branding!

Marcas que foram deixadas para lá não foram conhecidas e não chegaram ao sucesso.

Buscando histórias de sucesso, vem aos montes na minha cabeça, lembro de empreendedores entusiasmados e dedicados. Transpiravam seus valores, respiravam seus negócios e disseminavam seu propósito.

Luiza Helena, Romero Rodrigues, Alexandre Costa, Samuel Klein, Comandante Rolin… Dentre tantos outros que fizeram histórias e outros que farão… mas isso só acontecerá se não for deixado para lá.

Não quero dizer Adeus! Não quero desistir deste sonho… devo caminhar e persistir!

Dificuldades são diversas e elas surgirão, sem dúvida, mas para se fazer história é necessário coragem e persistência. Não desistir!

Como disse Steve Jobs: “Cada sonho que você deixa pra trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir”.

Um novo projeto, um novo ano, um novo emprego e novas perspectivas… a dedicação e transpiração são necessárias, as dificuldades também! Então… tenha PERSEVERANÇA e busque aquele projeto que ficou parado, mas ainda há carinho por ele e faça acontecer.

Conheça um pouco das histórias de empreendedores que fazem, fizeram ou farão história…você não quer fazer parte deste grupo?

 

Consultas:

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/7-historias-de-empreendedores-brasileiros-de-sucesso

http://revistapegn.globo.com/Noticias/noticia/2014/06/8-adolescentes-que-ja-sao-empreendedores-de-sucesso.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *