O branding vai matar o marketing?

Vou começar esse artigo pedindo muita reflexão para todos os “marketeiros”. Apesar de não gostar dessa nomenclatura, sou um deles, mas não me considero apenas “marketeiro”.

Essa semana eu resgatei alguns conceitos sobre branding que eu tinha e, para falar a verdade, acordei várias vezes no meio da noite por conta do tanto que eu estou refletindo (isso sempre acontece comigo quando eu termino alguma especialização ou a leitura de algum livro sobre o tema).

A maioria das pessoas pensam que branding é apenas criar um logotipo. Tenho outro artigo que explica isso, clique aqui pra ver.

O branding é muito mais que isso. É uma disciplina que utiliza conceitos de marketing, administração, design, arquitetura, antropologia, psicologia, publicidade e outros estudos para comunicar uma porrada de valores que representam uma organização viva: A MARCA. Viu como esse negócio é legal?

Hoje eu vejo o branding como uma filosofia, um pensamento e com certeza um modelo de gestão que chegou para ficar.

Não é nenhuma novidade falar que estamos vivendo uma mudança de era. O comportamento das pessoas está se transformando e, se não entendermos essa galera, vamos ficar para trás. O branding, além de ajudar na investigação desse comportamento, vai analisar as tendências do futuro para criar uma relação com esses “novos consumidores”.

Em 2014, o maior anunciante do mundo (a P&G) divulgou que centenas de diretores de marketing da companhia se tornariam oficialmente diretores de marca.

O artigo publicado no portal Meio&Mensagem falou que “o marketing da P&G se tornou gestão de marca, com responsabilidade única pelas estratégias, planos e resultados para as marcas. Eliminar o termo marketing do título e da organização não significa realmente que o marketing seja coisa do passado, mas é um sinal que as coisas estão mudando: Leia o artigo completo aqui.

Já faz um certo tempo que o mercado vem dando sinais sobre esse movimento: o marketing tradicional está cada vez mais caminhando para uma gestão de marcas atual. Isso é um alerta para todas as empresas: a estratégia de marca está cada vez mais colada com a estratégia de negócio.

O modelo de gestão por branding ainda é “muito novo” se comparado ao modelo de gestão por marketing, que já existe faz tempo. Resumindo:

Gestão por marketing: o seu objetivo é identificar necessidades e desejos que não foram realizados, olhando para os ganhos do negócio, para o valor do produto e para a conquista de mercado.

Gestão por Branding: o objetivo é fazer o consumidor enxergar a marca além do seu valor econômico. O consumidor precisa se identificar com a mesma causa da marca, fazer parte daquela cultura e acreditar que as ações daquela empresa trarão melhorias na sua vida de alguma forma.

Durante a evolução da minha carreira e a atuação em diversos projetos no passado eu sempre tive algumas dúvidas: até onde o branding estava colaborando ou ‘’invadindo’’ as funções do marketing? As duas áreas utilizam conceitos muito parecidos em alguns momentos. Hoje isso está bem claro e acredito que estará para a maioria dos profissionais em breve, eu acredito.

Para finalizar esse artigo, eu convido você para essa reflexão. Na minha opinião, o marketing nunca vai morrer. Ele vai se reinventar – como já vem fazendo desde 1950. Já o branding veio para ficar e auxiliar o marketing: os dois podem e devem atuar juntos, sempre olhando para o futuro. Também não tenho dúvidas que o branding praticado hoje será muito diferente daqui alguns anos.

E você, qual é a sua opinião sobre esse movimento? Comenta aqui a sua opinião para refletirmos.



Aandre-correa-2ndré Luis Corrêa: 
Sócio-Fundador e Diretor de Branding da INSANE Estratégia e Comunicação, idealizador do projeto Marcaz. (@marcaz_oficial). Publicitário, Estrategista-Designer de Marcas, Pós-graduando em Comunicação Empresarial pela Universidade Metodista. Atual vice-presidente de Comunicação da AACP (Associação das Agências de Comunicação e Publicidade do ABC). Amante e estudioso pela construção/gestão de marcas, André possui diversos cursos de especialização focados em Branding e Design pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e Belas Artes.

Blog Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *