O contrabando de frango e o valor de uma marca

O propósito de uma marca atravessa as barreiras do preconceito, da guerra, do embargo. A qualidade de um produto e o valor que ele tem perante o consumidor é algo digno de ser estudado e para isso existe o branding.

Hoje lendo algumas notícias, me deparei com uma no The New York Times. Na faixa de gaza, cerca de 1,7 milhões de pessoas, palestinos, têm acesso restrito para outras regiões, e no local não existem redes de fast-food, não das marcas famosas que estamos acostumados.

A notícia diz que existe um contrabando de refeições do KFC (Kentucky Fried Chicken) e que as pessoas costumam pagar o equivalente a 27 dólares por um balde com 12 pedaços de frango.

Percebe-se o valor da marca, principalmente do produto, que consegue atender as expectativas do consumidor com seus saborosos pedaços de frango. Esse valor percebido faz com que o alimento seja contrabandeado do Egito e percorra um longo caminho até a região de Gaza.

Confira as imagens:

5AE2B7AEDB7971B80EFB86EE68F66_h400_w598_m2_q90_cUNHrBhZb 83EBF51A084DA48CC466B9C3AC3D_h400_w598_m2_q90_cDhXqnkgL

Imagens: Wissam Nassar/The New York Times; Fonte: http://ibranding.tk/ZappaF

Compartilhe!
0