fbpx

APAS SHOW 2024: Insights e tendências de mercado para Marcas no varejo

Estar atento ao comportamento e informações de mercado são essenciais para estrategistas de marcas e profissionais que trabalham com Branding.

A APAS SHOW, o maior evento supermercadista do mundo, teve em seu Congresso de Gestão – “Update-se – O mercado do futuro mais perto de hoje”, a presença de celebridades e mensagens inspiradoras sobre um cenário que traz tendências que estão mudando o futuro do varejo supermercadista.

Confira alguns detalhes e insights do evento:

A atriz e empresária Giovanna Antonelli guiou o “Talk” sobre o “Discurso do Óbvio” com tom leve e descontraído. A atriz utilizou suas experiências pessoais e profissionais para estabelecer a importância da interconexão entre essas esferas da vida. O objetivo de Giovanna foi ressaltar que todos devem exercitar o que já existe internamente. Dessa forma, as pessoas se capacitam o suficiente para colocar seus conhecimentos em prática. “Eu digo que a gente tem que dar o primeiro passo, a gente colhe aquilo que planta”, declara a atriz.

Inteligência Emocional: gerenciando as emoções

A importância de compreender os relacionamentos foi tema do painel sobre inteligência emocional. Gabriela Jardim Presto, fundadora de “Emoções em Jogo”, ensinou o público a identificar gatilhos emocionais e organizá-los adequadamente para transformar as emoções em utensílios essenciais para o meio profissional. “É importante saber gerir as emoções, ao invés de suprimi-las, para evoluir no mercado”, finaliza.

Inteligência Artificial enquanto aliada ao mercado

O painel tratou da inteligência artificial e como sua evolução pode ser benéfica para as pessoas: evidenciou os resultados quando for aplicada em empresas interessadas em trabalhar a inovação por meio de uma nova estrutura organizacional. Para isso é importante entender o contexto sócio-histórico ao aplicar a IA de acordo com os públicos específicos, orientando sobre como utilizar, por meio de estágios de evolução, em benefício dos mercados e da experiência de compra dos clientes.

Marca própria: identidade e diferencial

Com a presença de renomados profissionais do setor: Pedro Mattos, CEO da Coop, e Pedro Medeiros, gerente comercial do Supermercado Nordestão, a discussão sobre private label se concentrou em como as marcas internacionais se conectam com o mercado nacional, ressaltando a importância de compreender o sentimento dos clientes em relação à marca.

Os executivos concordaram sobre os principais pontos chave para trabalhar com uma marca própria: rentabilizar e fidelizar clientes, enfatizando a confiança dos consumidores pela exclusividade dos produtos oferecidos pela empresa, e a necessidade de estabelecer uma estrutura sólida que sustente o crescimento e a eficácia das operações relacionadas à marca própria, levando a discussão sobre a importância crescente desse segmento e as oportunidades de diferenciação que ele oferece.

Ações promocionais integradas: quando o foco é o shopper

A digitalização tem transformado profundamente a visão do mundo, com 15% da população já acompanhando tendências e informações no digital. “Este movimento está causando mudanças significativas nos modelos de conveniência, que estão se adaptando para melhor atender às novas demandas dos consumidores”, comenta Caio Camargo, colunista oficial dos portais Administradores e Mundo do Marketing.

Há uma crescente demanda personalizada por produtos e experiências, facilitada pela tecnologia, que remodela continuamente a jornada de compra, e as pessoas estão buscando experiências que vão além de produtos, mas sim, algo que seja memorável. E, para alcançar esse objetivo, a indústria e o varejo devem focar em três pontos chaves essenciais: estreitar a comunicação, focar nos consumidores e fortalecer as parcerias, pensando também em sustentabilidade e ética, que estão se tornando cada vez mais importantes no varejo.

“É importante reconhecer que existem três maneiras de se tornar essencial: ser o mais próximo, o mais rápido ou ser excepcional em um produto ou serviço, porque, ninguém pode ser excelente em tudo ao mesmo tempo”, completa Camargo.

Novos Caminhos e Soluções para o Varejo

Fábio Neto, sócio da StartSe, abordou as profundas transformações no varejo e as mudanças na procura por produtos, com decisões fortemente influenciadas pela era digital.

A localização tem se mostrado crucial para a aquisição de produtos e a busca por disponibilidade imediata vem crescendo, com um aumento significativo na procura por “o que está aberto agora” – com isso o delivery está cada vez mais em alta, com um crescimento de 175% na demanda por entrega rápida.

O conceito de new retail mostra que a indústria tradicional não pode mais operar com a mentalidade de varejo antigo, pois a população brasileira é altamente influenciada pelos influenciadores digitais, com consumidores já chegando às lojas sabendo o que querem comprar. Fábio deixou um pensamento para que todos os varejistas tenham em mente, o futuro do varejo é plural e diversificado, com um conselho: “Apaixone-se pelo problema que o seu produto resolve”.