Recentemente foi lançada a versão 2014 das “Melhores & Maiores – As 1000 maiores empresas do Brasil” da revista Exame. Uma publicação muito interessante para aqueles que querem mudar de emprego, aprimorar algum processo interno ou ter mais um canal para apresentar e fortalecer a sua marca.

Este anuário pode ser um canal de informações muito importante, pois apresenta pesquisas de mercado, desafios, oportunidades dos segmentos e análises políticas e econômicas. Que maravilha… o empresário e o empreendedor têm tudo que precisa para a tomada de decisão em uma publicação de aproximadamente 700 páginas, sendo que 1/3 disto são anúncios. Cuidado… Este anuário é só mais uma fonte de informação! Que pode não dizer tudo o que você precisa e quer saber.

O documento é baseado na análise do balanço de cada empresa, valor da ação na bolsa, seu crescimento, ações ligadas a sustentabilidade, estrutura, estratégia, dentre outros aspectos que indicam confiança, transparência e perenidade das organizações.

O que me parece importante neste material é que ele é desenvolvido de uma maneira que a questão “transparência” seja seu ponto chave, uma vez que são envolvidos profissionais e empresas independentes para auditar as informações e o levantamento e pesquisas realizadas são aprofundados, o que confere credibilidade aos dados e a publicação. No entanto, o que parece pedir a atenção dos leitores é que ainda há instituições que podem mascarar seus dados e ludibriar o mais experiente profissional e instituição. A Revista Exame é uma marca que conquistou respeito no meio que atua e busca preservar isso, mas são envolvidos muitos profissionais neste processo que possuem a sua própria ética e opinião, o que reforça o meu ponto de vista em não adotar como verdade as informações de uma única fonte, e sim saber usar, sabiamente, em conjunto com outras fontes e elementos que possibilitem a tomada de decisão.

exame

Dito isso, retomo diversas reflexões que já realizei que valem compartilhar… Estar presente neste anuário é importante para o fortalecimento da marca. Muitas empresas estão presentes pela primeira vez e isso significa uma grande conquista, “ser uma das melhores”, possibilidade de investimento, crescimento, novos negócios e atração de talentos. Outras deixaram de estar no anuário ou perderam posições, mas isso não significa que suas receitas não foram altas (guardando as devidas proporções), mas sim, que seu crescimento não foi tão significativo como as demais e que pode estar ligado a novos negócios, investimento em P&D, fusões e aquisições e por estratégias e decisões bem embasadas.

Para as que estão pela primeira vez, é uma oportunidade de apresentar a sua marca para o mundo empresarial e para o público em geral. Empresários buscam maneiras de se comunicar melhor com seus públicos sejam B2B ou B2C, e o anuário é um canal de comunicação.

Todas as empresas buscam lucro, é para isso que elas existem, mas elas podem associar isso à ações efetivas em outras áreas como a de sustentabilidade. Se sua marca já não nasce com a sustentabilidade em seu DNA, que é o caso da Natura, que é a 23ª empresa mais sustentáveis no mundo segundo a Forbes, este DNA e atitudes podem ser desenvolvidas ao longo de seus negócios e ser valor de fato da organização.

Crescimento orgânico e financeiro, informações transparentes, investimento em P&D, valor na bolsa, decisões coerentes, redução de custos, são alguns dos elementos que fazem uma empresa ser considerada uma das melhores empresas no mercado onde atua, mas ética, profissionais talentosos, uma boa reputação e imagem, cultura organizacional coerente com seus valores e paixão pelo que faz, são elementos que fazem uma empresa ser perene e sustentável neste cenário tão competitivo e dinâmico em que estão inseridas.

 Confira: Revista Exame – Melhores & Maiores de 2014.

Compartilhe!
error0
Author

Cofundadora e Gestora Executiva de Cursos e Eventos do InfoBranding Cofundadora e Gestora Executiva de Cursos e Eventos do InfoBranding. Administradora formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com especialização em Gestão de Marcas e Branding pela BSP Business School São Paulo, Gestão de Organizações do 3º setor, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Magistério do Ensino Superior pela PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e EaD Elaboração de Material, Tutoria e Ambientes Virtuais pela Universidade Cruzeiro do Sul. Atuou em Consultoria de Marketing e Educação, com desenvolvimento de estudos e pesquisas sobre cultura e identidade organizacional, governança corporativa e estudos de mercado. Atua como professora orientadora de Projetos Finais na BSP Business School São Paulo, professora de Pós-graduação do Centro Educacional Belas Artes e Docente de Ensino Superior dos cursos de Negócios na Faculdade das Américas – FAM.

Write A Comment