A Kantar Millward Brown e a WPP publicaram o ranking anual 2018 BrandZ™ Top 100 Most Valuable Global Brands, que identifica e classifica as 100 marcas mais valiosas do mundo pelo seu valor em dólar.

Um fato curioso que o ranking revela é que as marcas que não são norte-americanas crescem mais: 14 marcas chinesas aparecem no Top 100, sendo que em 2006 aparecia apenas uma (a China Mobile).

Porém, as três marcas mais valiosas do mundo continuam sendo norte-americanas:

  1. Google: US$ 302,1 bilhões (aumento de 23% com relação a 2017)
  2. Apple: US$ 300,6 bilhões (aumento de 28% com relação a 2017)
  3. Amazon: US$ 207,6 bilhões (aumento de 49% com relação a 2017)

 

Segundo Eduardo Tomiya, CEO da Kantar Consulting para América Latina, o estudo mostra que atrás de marcas valiosas existem cinco pilares base: propósito, inovação, comunicação, experiência de marca e love brand. “Aquelas que conseguem neste contexto disruptivo combinar estes cinco fatores com maestria não apenas sobrevivem, mas perpetuam o negócio e se tornam ainda mais valiosas”, explica o especialista na Istoé Dinheiro.

Outro ponto importante, destaca Tomiya, é a predominância das marcas de tecnologia no topo do ranking global: oito das dez principais marcas são de tecnologia ou relacionadas, sendo que 53% das marcas mais valiosas são deste segmento, fato que comprova a mudança no comportamento das pessoas quando comparado há mais de dez anos, quando marcas de bebidas e cigarros listavam dentre as mais valiosas.

“Marcas que estiverem mais envolvidas com as alterações de percepção dos consumidores e endereçarem a eles uma proposta de valor única terão mais chances de consolidação”.

Compartilhe!
error0
Author

Cofundadora e Gestora Executiva de Conteúdo do InfoBranding Designer sempre envolvida em projetos acerca de business design, design thinking e emotional branding. Formada pela Belas Artes (São Paulo) e pós-graduada em Branding – Gestão de Marcas pela Business School São Paulo, auxilia pessoas e empresas a otimizarem resultados e criar conexões estratégicas por meio de suas marcas: expressão e comunicação de marca, propostas baseadas em visual thinking e desenvolvimento de soluções criativas que consigam expressar personalidade e identidade em seus pontos de contato.

Write A Comment