Category

Notícias

Category

Parafraseando meu amigo e professor de Branding, Daniel Padilha, vamos falar de coisa séria? Vamos falar de experiência de marca? Independente do país, estado ou região, a marca precisa ter o mesmo tom de voz, falar com sinergia e de acordo com o direcionamento global da empresa/marca. Isso se aplica a todas as situações e pontos de contato. Quanto mais coerente e direcionado for, mais a marca falará “uma só língua” e terá um único posicionamento.

“Experiências transcendem o simples ato da venda e compra, invadindo em definitivo o terreno dos valores intangíveis criados pela nossa marca. Valores que não estão relacionados à objetividade do produto e de suas características, mas sim às diferenças que promovemos na vida de cada cliente.” Eduardo Zugaib

A ação replicada hoje via Facebook, que está dando o que falar é um caso de total falta de foco e comunicação de marca com o mesmo tom de voz. Quem é a Samsung? Como ela se posiciona no mercado? Quando foi que vimos a marca “falar” desta forma?

Uma coisa é fato: Não é mais suficiente apenas atender as expectativas dos clientes momentaneamente. É preciso surpreender, encantar e deixar lembrança de marca. As marcas com boas experiências um dia também falham. Mas as marcas com excelentes experiências vencem e deixam legado!

Confira o vídeo da inauguração da loja em Campo dos Goytacazes e deixe a sua opinião.

Ação Samsung

Sabe quando somos crianças e nossas mães não nos deixa correr na chuva para nos proteger da gripe e nossa reação é: – Mãe, você é muito chata!

É o que o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA está fazendo com os profissionais de comunicação e ainda pior, a diversão e a magia da infância está sendo afetada.

Com o argumento de proteger as crianças e os adolescentes, foi publicado uma resolução em março deste ano que está dando o que falar nas redes sociais. Na publicação fica muito claro que qualquer tipo de mídia será afetada: on-line ou off-line. Todas as formas de comunicação, como:

–          Anúncios impressos;

–          Comerciais televisivos;

–          Spots de rádio;

–          Banners e páginas na internet;

–          Embalagens;

–          Promoções;

–          Merchandising;

–          Ações por meio de shows, apresentações e disposição dos produtos nos pontos de vendas.

O texto ainda diz que considera abusiva a prática da publicidade e de comunicação à crianças com a intenção de persuadi-las para o consumo de qualquer produto ou serviço com os seguintes aspectos:

–          Linguagem infantil, efeitos especiais e excesso de cores;

–          Trilhas sonoras de músicas infantis ou cantadas por vozes de criança;

–          Representação de criança;

–          Pessoas ou celebridades com apelo ao público infantil;

–          Personagens ou apresentadores infantis;

–          Desenho animado ou de animação;

–          Bonecos ou similares;

–          Promoção com distribuição de prêmios ou de brindes colecionáveis ou com apelos ao público infantil; e

–          Promoção com competições ou jogos com apelo ao público infantil.

Agora eu me pergunto – Como será chato ser criança de agora em diante, não?

Se essa lei fosse aplicada em épocas passadas, não teríamos o comercial dos Mamíferos da Parmalat, e a campanha de colecionar as pelúcias?

Os cachinhos dos Shampoos Johnson’s Baby?

Os relógios da Coca-Cola que batia no pulso e enrolava? E o que será dos produtos licenciados?

–          Geleias, frutas, goiabada, achocolatados: Seninha, Turma da Mônica, Disney e muitos outros?

–          Todinho, o que será do Todinho?

Até o Zé Gotinha do SUS vai entrar nessa proibição, pois os personagens serão instintos!

Para quem quiser ler a resolução na integra, aqui esta o link:

http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=4&data=04%2F04%2F2014

Como disse no início deste texto, com o argumento de proteger a infância essa lei transformará as crianças em adultos precoces. A diversão acabou!

Tomou?

Quem falou que os países não fazem gestão de marca e não investem em publicidade?

A gestão de marca também chegou para as nações… e quem bobear ficará para trás! Acho até que esse assunto dá um ótimo artigo (lâmpada de ideias acendendo por aqui).

Mas voltando, o México aproveitou o fim da Copa para criar uma campanha com o objetivo de atrair o turismo para o local. Com o tema “04 motivos para relaxar no México até o próximo mundial”, o país investe em uma Fan Page super divertida (VisitMexico), interativa e engajada. Além de um site com todas as informações e detalhes sobre o país.mexico

 

Dentro das análises da notícia é bacana tirarmos algumas conclusões:

  • O país aproveitou o gancho do tema do momento: Copa do Mundo (campanhas / anúncios de oportunidade);
  • Países também são marcas e precisam trabalhar seu branding;
  • Tendência: local branding (procurem no Google);

10530913_500237896788612_9181999068064622057_n

 

E vocês gostam desse tipo de campanha / ação?

Imagina o corre corre! #imaginanacopa

Depois da derrota do Brasil para o time da Alemanha ontem, as marcas brasileiras que são patrocinadoras da Copa do Mundo  e da seleção, tiveram que correr (literalmente) para mudar toda a comunicação e o tom de linguagem das suas campanhas.

De primeira, as marcas foram logo para as mídias sociais, onde é possível corrigir este tom o  quanto antes (as mídias mais fáceis e passíveis de edição). Além disso, podemos também perceber que os VT’s (em sua maioria) já foram excluídos da televisão.

Alguns exemplos:

claro-nelson

Captura de Tela 2014-07-09 às 21.25.46 coca-social

 

São essas situações que nos colocam a pensar em algumas questões importantes na gestão de uma marca e que, muitas vezes, por não conhecimento ou até por gestores levados pelo “emocional”, caímos no esquecimento de pensar que não importa a ação/ativação, temos SEMPRE que estarmos atentos as nossas campanhas e pensar numa gestão de crise.

Situações imprevisíveis (como ontem) acontecem, mas em sua maioria é possível a precaução, com um planejamento, caso algo saia fora da curva. São pequenos detalhes que fazem a diferença para um branding bem feito, engajado e assertivo.

 

Captura de Tela 2014-06-13 às 14.17.14Para quem ama e acredita que o Marketing de Conteúdo é atualmente a estratégia mais forte e efetiva para uma marca se promover e atrair seu público, este e-book é dos deuses.

Como sabemos, dentro das estratégias da gestão de marcas, o conteúdo é um grande aliado, pois envolve, estreita a relação e faz com que o consumidor (ou potencial cliente) se aproxime da marca. O trabalho para engajar e envolver é ainda mais fácil quando trabalhamos com profundidade e por isso um bom conteúdo é primordial.

Curtiu? Baixe o conteúdo aqui! Aprenda com quem já faz o marketing de conteúdo com excelência.

produtos vichyOutro dia, estava passando no Shopping Market Place e me surpreendi com a vitrine da Drogaria Iguatemi. Geralmente, as vitrines desses estabelecimentos mostram vários produtos cosméticos, destacando aqueles para mulheres e mais caros. As empresas pagam para ter esse destaque com a finalidade de alavancar as vendas por impulso. Lembra daquelas campanhas com imagens impactantes da Vichy? Eu achava o máximo! A propaganda dizia que eu ‘realmente precisava’ comprar aqueles produtos.

A vitrine da Drogaria Iguatemi não tinha imagem de nenhuma modelo, mas era igualmente chamativa, dando  destaque  apenas para os produtos. Mostrava duas linhas que pareciam caras: uma para homens e outras para mulheres. A minha surpresa foi quando cheguei mais perto e vi que eram da Dove (veja as imagens abaixo).

 

Dove Derma Series

A Dove é conhecida por ser popular (vendida nos supermercados e varejistas), mas nem tanto (um sabonete Dove custa o dobro de um Lux – as duas são marcas da Unilever). O diferencial de seus produtos é conter 1/4 de creme hidratante e seus comerciais mostram a beleza de pessoas comuns (Real Beleza). A linha começou com os sabonetes em barra, depois com sabonetes líquidos, tratamento para cabelos, desodorantes e também se estendeu para a linha masculina (com comunicação descontraída e um visual mais sóbrio).

Dove Men Care Shave

Agora Dove lança a linha DermaSeries, que a primeira vista pensei que fosse anti-idade, mas é para peles extremamente secas e delicadas. Então se você não conseguir hidratar sua pele com o Dove, vai ter que gastar um pouco mais com a linha premium. Para comparar: um sabonete Dove custa 10% de um Dove DermaSeries.

E também foi lançada um linha de barbear, Expert Shave, para acompanhar o homem moderno, cada vez mais vaidoso (o brasileiro representa 12% das vendas mundiais de cosméticos, segundo o Euromonitor). Resta saber se os homens estão preparados para gastar minutinhos da rotina corrida com os três passos: o pré-barba, o barbear e o pós-barba.

Não há dúvida de que a empresa quer expandir seu mercado: alcançar um público mais sofisticado com embalagens e comunicação elegantes e também testar se seu consumidor está disposto a pagar mais por + Dove. E será que vai conseguir? 

 

Referências

http://www.dove.com.br/pt/Produtos
http://www.negocioestetica.com.br/tag/vaidade-masculina/

A Associação Cruz Verde viu nas redes sociais uma maneira de divulgar sua marca.

A ONG atua há mais de 50 anos e é referência no atendimento e auxílio as pessoas, principalmente crianças, com paralisia cerebral. Porém, dentre as entidades do terceiro setor não é uma das mais conhecidas.

Entretanto, encontrou numa ação de marketing viral uma forma de propagar sua marca e divulgar a causa que defende.

A campanha Vista a Nossa Camisa e Diga Sim Para a Cruz Verde tem como objetivo presentear artistas e pessoas influentes com uma camiseta da entidade, o intuito é que as celebridades postem em suas redes sociais uma foto com a camiseta, utilizem as hastags #EuDigoSim #CruzVerde, o site da Associação e convidem os seus seguidores à compartilhar o apoio à organização.

Alguns famosos já aderiram a campanha:

deborah

mara

 

otavio

Atualmente, num mundo tão conectado, onde qualquer bobagem toma proporções mundiais, tomara que mais ações como esta se tornem um ótimo vírus e que se propague o bem entre as pessoas!!!

Loja Conceito SuperBom
Loja Conceito SuperBom

A Superbom, empresa especialista em alimentos voltados para Saudabilidade, inaugurou dia 8/04 a sua primeira Loja Conceito.

O evento celebrou o início da parceria estratégica com a empresa Apogee, que passa a ter exclusividade na distribuição de produtos Superbom na região central da cidade de São Paulo (hotelaria, varejo e restaurantes), fará o E-commerce nacional de seus produtos, administrará a Loja Conceito e o Call Center, além de explorar um nicho totalmente inédito para a marca: o Canal Farma.

“Os objetivos comerciais desta parceria é focar a Superbom em seu core business, que é a fabricação de produtos saudáveis. Tendo um parceiro bem próximo em setores estratégicos para a empresa, tais como centro de São Paulo, canal farma (que nunca foi explorado anteriormente), call center e e-commerce, a Superbom pode garantir a agilidade e alcance nacional na distribuição e qualidade no atendimento”, afirmou o diretor financeiro da empresa, Regis Reis.

SuperBom preza pela saudabilidade
SuperBom preza pela saudabilidade

O lado institucional da organização também será atendido com a parceria, pois a Loja Conceito irá estreitar o relacionamento junto a seus clientes e outros públicos de interesse. “Temos espaço para realizar eventos, workshops de culinária natural e saudável e trazer nossos clientes para experimentar produtos”, esclareceu o gerente de marketing da marca, David Oliveira. “Para a Superbom, é extremamente interessante ter uma loja exclusiva localizada no coração da cidade de São Paulo. O estabelecimento é fundamental para que nossos clientes possam visualizar a qualidade e variedade de produtos que temos a oferecer”, completou Oliveira.

– Lançamento

Solange Frazão foi a mestre de cerimônia
Solange Frazão foi a mestre de cerimônia

O evento teve como mestre de cerimônia a personal trainer e apresentadora Solange Frazão e contou com um jantar especial do chef vegetariano André Vieland, que também participou de debate sobre “Alimentação Saudável”, ao lado da Engenheira Química da Superbom, Cristina Ferreira.

 

 

– Superbom e InfoBranding

A Superbom acredita no portal InfoBranding e está patrocinando o nosso 3º Diálogo InfoBranding – Marcas Brasileiras, a ser realizado dia 15/04 (terça-feira) no auditório da Universidade Anhembi Morumbi, Campus Vila Olímpia, a partir das 19hs.

Contaremos também com David Oliveira, Diretor de Marketing da Superbom, como palestrante em nosso evento. Ele contará um pouco do case da marca.

Acesse o link para maiores informações: http://www.infobranding.com.br/evento/

A Bombril apresentou recentemente uma nova estratégia para a marca de palhas de aço, na qual muda o nome para Bom de Bola e as cores da embalagem ganham as cores da bandeira brasileira.

A ação que na minha opinião é bem arriscada, mas que só pode ser feita por marcas bem estabelecidas como a Bombril, pois não mudará o reconhecimento do produto por parte dos compradores. Fazendo uma comparação entre a embalagem atual e a anterior, percebe-se que muitas das características principais da embalagem foram preservadas, como a cor amarela, o logo que apesar do novo nome manteve-se igual em termos de formato, tipografia e cor. Alem disso, a empresa informou que o nome será alterado nos pontos de venda e nas peças publicitárias o que vai ajudar muito reconhecimento por parte dos consumidores.

Em entrevista para a Revista Exame, o gerente de marketing da área de negócios de limpeza do lar informou que a ideia da empresa é que o produto se torne um amuleto da sorte para as famílias brasileiras, e que a marca já é conhecida por sua irreverência e alegria e por investir em ações focadas em momentos festivos.

bombril

Enfim, achei a ação bem diferente e inovadora, poucas empresas teriam a coragem que a Bombril teve de mudar o nome, um dos elementos mais importantes no processo de criação e gerenciamento da marca, e que além de tudo terá todo o suporte de marketing necessário para não prejudicar o desempenho da mesma. É algo que tem cara e excelência para se tornar um case de sucesso.

Referências:

http://www.revistamundoeco.com.br/mundoeco-bombril_eco.html

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/bombril-vai-mudar-nome-para-bom-de-bola-durante-a-copa

 

942032_540695965992461_1503444524_n

Patricia Gatti Marchesi

Administradora de Empresas com especialização em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – SP. Apaixonada pela dança, o que a ajudou a desenvolver a disciplina e a atenção que contribuíram para um olhar todo diferente a respeito das marcas e do relacionamento com o consumidor. Interessa-se pelo universo das marcas, do marketing digital, do consumo e das tendências.