Como tornar a minha marca objeto de desejo e agente gerador de emoções?

Não é segredo para ninguém que o cenário mercadológico contemporâneo é caracterizado por uma competição acirrada entre as mais diversas marcas presentes em cada segmento. A economia da atenção, fruto de um acelerado processo de desenvolvimento tecnológico, coloca em pauta a quantidade excessiva de estímulos e informações geradas ao consumidor e a capacidade deste de absorção durante o tempo disponível para tal. O resultado: um intenso processo de polarização, não só do padrão de consumo, que resulta em um comportamento acelerado e altamente mutável da base de consumidores de marcas.

Mas diante de tantos desafios, como tornar a minha marca objeto de desejo e agente gerador de emoções e sensações?

A resposta para essa pergunta não é simples, tampouco fácil e rápida. Tal processo depende da maestria dos gestores de marca que podem e devem utilizar e equilibrar todos os recursos, ferramentas, fundamentos e ideias disponíveis para a construção e fortalecimento de suas marcas. Nesse sentido, o tratamento integrado e estratégico da comunicação se faz necessário e substancial para o resultado desejado.

O composto da comunicação integrada é formado pela comunicação institucional, interna e administrativa e mercadológica, essa representada pelo marketing. As estratégias atuais de marketing, evidentemente, ainda perpassam pelos seus clássicos 4 P’s, mas hoje precisam ir além, especialmente na direção da construção de relacionamentos sólidos com a base de consumidores da marca. Esse envolvimento constante não só promove a lealdade do cliente, mas também fornece insights valiosos para a melhoria contínua dos produtos e serviços ofertados. No entanto, não paramos por aqui.
Em um mundo saturado de informações, a consciência de marca é um dos primeiros passos para o sucesso. Estratégias de marketing eficazes têm o poder de transformar uma marca desconhecida em uma presença reconhecível. Através de campanhas publicitárias, presença nas redes sociais e outras táticas, as marcas podem alcançar um público mais amplo, aumentando a conscientização e construindo uma base sólida de consumidores potenciais.

Outro elemento importante desenvolvido é a diferenciação, racional e emocional, e o fortalecimento do posicionamento estratégico. O marketing auxilia as marcas na identificação e promoção de características únicas que as distinguem da concorrência, associadas a produtos (racional), mas também a experiências (emocional). Além disso, o posicionamento estratégico no mercado é essencial para moldar a percepção do consumidor sobre a marca. O marketing não apenas comunica o valor da marca, mas também a situa de forma estratégica na mente dos consumidores.

Além disso, a construção de uma reputação sólida é uma prioridade para as marcas modernas. O marketing ético e transparente contribui para a credibilidade da marca. A confiança do consumidor é conquistada ao longo do tempo, e uma reputação positiva é um ativo valioso que pode impactar positivamente as decisões de compra e a lealdade do cliente junto à marca.

Por fim, em um mundo tão conectado e digitalizado, o marketing moderno também é agente promotor do desenvolvimento de pesquisas e da orientação estratégica baseada em dados. Nesse sentido, compreender as necessidades, desejos e tendências do consumidor se torna essencial, visto que o feedback contínuo da base de consumidores da marca permite uma rápida adaptação às mudanças do mercado e do comportamento dos clientes, resultando em inovação e aprimoramento das experiências de marca e de consumo.

Nós poderíamos, caro leitor, passar o dia aqui discutindo e apresentando os benefícios e a atuação do marketing na construção e fortalecimento de marcas modernas, mas, em suma, podemos afirmar que o marketing, desta forma, é uma disciplina multifacetada que influencia a forma como as marcas são percebidas, interagem com seus clientes e se posicionam no mercado. No ambiente altamente competitivo de hoje, as marcas que compreendem e aplicam estratégias de marketing eficazes têm a possibilidade de gerar uma vantagem significativa para prosperar e se destacar frente a seus concorrentes.

Eduardo Carlassara: É mestre e doutor pela Universidade de São Paulo e CEO da Agência Develop, especializada em comunicação estratégica e experiências de marca.