fbpx

Quem são suas referências?

Buscar referências é se espelhar em práticas de quem já conquistou ou representa aquilo que você busca conquistar ou, ainda, que já percorreu um caminho semelhante ao qual você almeja na sua jornada.

Valores, mais uma vez, são os pilares para tal inspiração, assim como acontece com as marcas, buscamos nos aproximar daqueles com valores semelhantes aos nossos.

No mundo dos negócios, Bob Iger é uma das grandes referências, não apenas por suas conquistas, mas, principalmente, pela sua trajetória.

No livro “Onde os sonhos acontecem”, conhecemos sua história, especialmente durante seus 15 anos como CEO da The Walt Disney Company. Uma jornada marcada por lições de liderança capazes de inspirar e nortear nosso desenvolvimento profissional em diferentes fases. Afinal, temos sempre que projetar nossas aspirações como objetivos, para, de maneira reversa, começarmos a nos preparar hoje, a partir de um diagnóstico pragmático de nossa situação atual.

Isso, meus amigos, é estratégia pessoal.

Do primeiro emprego à cadeira de liderança de uma das empresas mais importantes do mundo, Iger compartilha detalhes que vão muito além da teoria; insights valiosos, baseados em experiências reais que revelam os nuances das relações humanas.

Alguns do principais marcos de Iger na Disney foram, nada menos que: a compra da Pixar, da Marvel, da Lucasfilm (Star Wars) e 21st Century Fox. Analisando em retrospectiva tais conquistas podem até parecer fáceis, fluídas e descritas de forma a endeusar seu responsável.

Mas no livro, Bob Iger faz questão de desnudar os bastidores e destacar tanto as dificuldades quanto os valores que o ajudaram a supera-las.

Basicamente, simplificando bastante, Iger destaca que, desde o seu primeiro emprego na ABC, até sua posição de maior destaque na Disney, saber lidar, respeitar e aprender com as pessoas, bem como se preparar com dedicação ao novos desafios, sem esquecer das responsabilidades atuais, foram forças determinantes para o sucesso.

Durante o livro Bob – sim, a leitura é tão imersiva que você se sente até próximo dele – reúne 10 princípios de liderança: otimismo, coragem, concentração, determinação, curiosidade, justiça, ponderação, autenticidade, busca incansável pela perfeição e integridade.

Princípios que podemos notar em diferentes líderes inspiradores.

Além destes princípios, justificados em cada ação apresentada ao longo da narrativa, existem algumas lições igualmente ou até mais relevantes. São várias, das quais destaco algumas que me chamaram mais atenção:

Primeiro de tudo, talentos são fundamentais, mas é preciso valorizar mais as competências do que as experiências para dar oportunidades de desenvolvimento, reconhecendo potenciais e colocando as pessoas em posições que as desafiem. As empresas ganham muito com isso.

Inovar é preciso, mais do que nunca, não há espaço para o medo e estagnação. Você precisa assumir as rédeas da mudança, abraçar o novo, testar e aprender no processo. Sem perder a coragem que te faz ir além.

Ainda nesse ponto, o erro será inevitável. Quando acontecer, assuma a responsabilidade e reerga-se com os aprendizados.

Conheça e comunique muito bem suas prioridades, independente da sua posição hierárquica ou momento de carreira, saber lidar com elas é fundamental para o crescimento.

Agora uma lição especialmente importante no contexto da gestão de marcas: a reputação de uma empresa, portanto, de uma marca, é uma soma de todas as suas promessas, produtos, serviços, entregas e, principalmente, da atitude das pessoas que por ela trabalham, especialmente daquelas em destaque, em cargos de liderança.

Destaquei algumas das lições, mas muitas outras, igualmente importantes, ficaram de fora desta breve análise e, ao destacar isso, espero instigar sua vontade de ler o livro.

Se você já leu, deixe aqui suas impressões, se ainda não leu, aproveite as referências:

IGER, Robert. Onde os sonhos acontecem: meus 15 anos como CEO da The Walt Disney Company. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2020.

Observação: No livro Bob Iger é descrito como ex-CEO da Disney, mas, depois do lançamento, ele retornou ao cargo, sendo o atual CEO da empresa.