fbpx

Ressignificando Marcas: O que você precisa saber sobre Rebranding na prática

VOCÊ SABE O QUE É REBRANDING?

A gestão da marca é essencial para a consolidação do seu posicionamento. No entanto, em Branding não existe receita para o sucesso, envolve processos complexos, que refletem a cultura corporativa diante das dinâmicas de mercado, o propósito da marca, até um olhar mais sensível às emoções dos usuários com os quais se relaciona.

O tempo, que traz as respostas dos usuários frente a cada ação, comunicação e entregas que a marca faz, pode sedimentar esse posicionamento da marca, ou o contrário, revelar a necessidade de um redirecionamento.

Rebranding é este processo de ressignificar a marca, que pode refletir em uma nova identidade de produto, serviço ou empresa já estabelecidos no mercado. Essa mudança envolve diversos aspectos, do posicionamento, slogan e proposta de valor da marca, até a identidade visual, envolvendo o logotipo, cores, padrões visuais, verbais e, por consequência, um desdobramento em seus demais pontos de contato.

Um dos objetivos do rebranding é criar novas percepções e eventualmente desvincular as conexões anteriores, adaptando a marca ao seu atual momento para projetar sucesso a longo prazo e promover sentido às propostas da marca junto aos usuários.

QUANDO É TEMPO DE PENSAR EM REBRANDING?

Acompanhamos a jornada de marcas de diferentes portes, em diversos segmentos de mercado, e a história de muitas que passaram por rebranding. Por exemplo, a Cascola, que faz parte da arquitetura de marca da Henkel junto das marcas Super Bonder e Durepoxi, lançando seu novo posicionamento na principal feira do setor – os eventos são excelentes oportunidades para apresentar o resultado e transmitir a essência de um projeto de rebranding.

Podemos citar ainda o rebranding da ONG SP Invisível, desenvolvido pela FutureBrand São Paulo, e que recebeu dois prêmios no iF Design Awards 2024, nas categorias de Tipografia e de Design de Impacto Social.

Existem dois aspectos fundamentais que podem dar início às decisões de rebranding: mudança na estratégia da marca e mudança na identidade da marca (afinal, rever conceitos e universo de marca pode partir de uma proposta inicial de redesign). A primeira refere-se à mudança na forma como a marca se posiciona no mercado, por sua vez, refletida também em sua identidade visual, enquanto a segunda diz respeito aos aspectos visual e simbólico dessa marca. E vale lembrar que essas decisões podem ter impactos positivos ou negativos no valor da empresa, dependendo das circunstâncias.

REBRANDING ELO

Uma das maiores empresas de tecnologias de pagamento do Brasil, a ELO, anunciou a maior mudança de marca de sua história, recriando seu universo visual, as mensagens institucionais e as linhas estratégicas de negócios para reforçar a conexão da marca com os brasileiros.

O projeto foi assinado pela agência Ana Couto, que possui mais de 30 anos de atuação, e conta com desdobramento em campanha criada pela AlmapBBDO, protagonizada por Zeca Pagodinho, Fábio Junior, Alcione, Bela Gil, Glória Pires e Caio Castro, entre outras personalidades brasileiras.

O desafio proposto foi o de ressignificar o conceito de “Elo” para reafirmar a maior expertise da companhia: ser, literalmente, um “Elo” que une compradores e vendedores, nos mais diversos momentos de vida das pessoas que movimentam a economia.

Para isso, uma nova identidade visual foi desenvolvida, revelando cores, design, propósito e potência digital – e um novo jeito de se comunicar com os clientes e com os brasileiros em geral.

“Introduzimos inúmeras novidades, desde o verde que expressa a exuberância natural do país até a nova combinação de cores, que expandem os horizontes de atuação e nos permitem uma nova interpretação do Brasil, do nosso público, da cultura nacional – que gostamos de chamar de brasilidade – e da nossa maneira de fazer negócios”, explica Mel Pedroso, a CMO da Elo.

A empresa planeja que o rebranding conecte a visão de futuro da empresa e seja o próprio elo entre a organização de hoje e o seu compromisso já traçado para os próximos 10 anos.

REPOSICIONAMENTO DE MARCA

O trabalho de rebranding começou no ano anterior, quando a companhia abriu os trabalhos de reposicionamento da marca com a assinatura: “Elo, o cartão do brasileiro”, que apresentava uma empresa criada por e para brasileiros, com o objetivo de atender a todos os brasileiros, seja de alta renda aos produtos do dia a dia, do “pejotinha” às grandes empresas.

“Agora, daremos um passo além. Apresentamos uma nova Elo. Muito mais moderna, brasileira e colorida, transmitindo tecnologia e inovação. Nossa marca passa a ser composta por uma linha infinita que liga um lado a outro, com a palavra ‘elo’ em destaque no centro”, afirma a CMO.

AS MUDANÇAS NA MARCA

O tradicional círculo fragmentado amarelo, vermelho e azul dá lugar a uma linha multicolorida que será o elemento central da identidade visual da Elo. A marca também contará com uma versão simplificada, que será utilizada nos cartões.

“Para marcar esse momento especial, lançaremos uma nova campanha institucional com algumas celebridades que simbolizam ‘todos os tipos de brasileiros’”. Nos filmes, os personagens são representados em diversas situações de compra com o cartão, reafirmando que “o cartão Elo é para todo tipo de compra e todos os brasileiros”, finaliza a líder de marketing da Elo.

A nova marca da Elo também privilegia as cores, o astral e um tipo de criatividade intimamente ligada à inovação e tecnologia – afinal, a companhia segue o seu desafio de operar cada vez mais em um ambiente digital e adaptado às grandes mudanças em curso do sistema financeiro do Brasil, com especial atenção à agenda do Drex – na qual a Elo integra um dos principais consórcios.

“Temos iniciativas e projetos avançados com foco na tokenização da economia utilizando blockchain, inovação aberta, contratos inteligentes (smart contracts), entre outros tópicos da economia descentralizada. Continuaremos a ser uma empresa de cartões, mas, com um repertório mais plural, ágil e tecnologicamente mais robusto e pronto para reagir às demandas do mercado de pagamentos do país, que está em plena reinvenção”, define o CTO da companhia, Eduardo Merighi.

“Nossa missão é garantir que todos os brasileiros possam realizar suas transações financeiras de forma conveniente, rápida e segura. Por isso, nossa paixão é utilizar as tecnologias mais inovadoras para resolver os desafios de nossos clientes e parceiros”, completa o CTO da Elo.

Para todo tipo de compra, para todo tipo de brasileiro. Confira o vídeo da marca:

Acesse o portfolio das aplicações do projeto aqui.