Shein é acusada por marcas por violação de direitos autorais

Marcas e direitos autorais

Pelo menos 10 empresas processaram a Shein (varejista de fast-fashion online) mais de uma vez, incluindo a Oakley, Deckers e Ralph Lauren.

Shein é acusada em cerca de 100 casos de violação de direitos autorais, segundo o jornal britânico Financial Times. Trinta desses processos foram registrados apenas no ano passado nos EUA. Alguns dos maiores grupos de moda do mundo, como H&M, estão entre os que acusam a empresa.

➡️ A Shein concordou em parar de comercializar óculos que copiavam os designs da Oakley em fevereiro de 2022, mas retomou a venda dos mesmos itens no ano seguinte, de acordo com a denúncia da empresa.

➡️ O grupo de moda Ralph Lauren está brigando judicialmente com a Shein desde 2021. No ano passado, aumentou sua reclamação após alegar ter encontrado novos itens plagiados.

Fonte: Exame, 2024.