Tag

branding político

Browsing

Com palestra e sessão de autógrafos na Feira do Livro, que aconteceu em Porto Alegre, o deputado federal Ronaldo Nogueira avança, significativamente nas ações de branding para aumentar, ainda mais, o território geográfico da sua Marca.

Há um ano, Ronaldo Nogueira, numa experiência pioneira no Rio Grande do Sul, e já publicada em nível nacional no maior portal de branding, “InfoBranding” (clique e confira a publicação), incorporou o modelo de Gestão de Marcas (branding), característico do mundo corporativo, em sua rotina administrativa. O gerenciamento da Marca RN, como um “produto”, seguindo passo a passo o que a metodologia preconiza (potencialização das vendas, através do “relacionamento permanente” da Marca com o mercado), foi aplicado, pela primeira vez, em uma campanha política.

A aceitação do “produto RN” nos principais públicos-alvo evidenciou-se nas urnas do último pleito, quando o parlamentar foi eleito com 77.017 mil votos, comprovando a eficiência do ‘laboratório’ que vinha sendo desenvolvido.  Quem responde por este projeto é o estrategista de marcas, João Carlos Hilgert do Amarante, que salienta: “a Marca RN” é o primeiro case de branding no cenário político no estado do Rio Grande do Sul, e este projeto inovador já entrou para a história da política.”

Para a próxima fase do projeto está prevista a implantação de uma nova e revolucionária estrutura administrativa, com quebra de paradigma neste segmento onde, ao invés de gabinete parlamentar (conceito tradicional), Ronaldo Nogueira implantará três eixos: operacional, comunicação e político, implementando, definitivamente, o modelo de gestão sistêmica (360º), com foco na Marca.

Joao-HilgertJoão Carlos Hilgert do Amarante

Branding & Endobranding Especialist, sócio-fundador (+Branding) da H+D Ateliê Branding Design, autor do projeto de Branding “Pioneirismo da Gestão Corporativa na Política”. Apaixonado por gestão de pessoas e movido a desafios.

 

Compartilhe!
error0

As eleições estão chegando e poucos portais de propaganda, marketing e branding discutem as campanhas políticas, sinto um certo receio dos profissionais em abordarem esse tema. Política é muito importante e devemos sim expor nossas opiniões e analisar as estratégias, até mesmo para despertar o interesse por todo o público, se repararmos, vemos poucos jovens envolvidos na política, a geração Y é desinteressada ou até mesmo avessa ao tema, isso se deve porque essa é uma geração que está resgatando os valores éticos, preocupada com aspectos sociais, ambientais, honestidade, e todos nós sabemos que a política brasileira de ética não tem nada. Entretanto, esses indivíduos viram em Marina Silva valores do qual eles compartilham.

Pois bem, essa semana surgiu uma grande discussão com relação à propaganda do Partido dos Trabalhadores, partido esse que administra o país há 12 anos. A propaganda política da candidata Dilma Rousseff compara Marina Silva com os ex-presidentes Fernando Collor e Janio Quadros, o primeiro sofreu um impeachment, o segundo renunciou. Collor citado na campanha, é um dos aliados do governo de Dilma.

O PT sempre usou de estratégias apelativas e táticas ofensivas para atacar seus opositores ao invés de pontuar seu plano de governo, sua marca foi construída com base num discurso populista, porém todos sabemos que a reputação de uma marca se constrói com entrega e não apenas promessas.

O ex-presidente e “grande homem” do partido, Luiz Inácio Lula da Silva, fez promessas do tipo: erradicar o analfabetismo, mas não conseguiu, para se ter uma ideia, o Brasil é o país com menos graduados entre os emergentes*; investiu bilhões na transposição do Rio São Francisco e a obra não tem nem previsão de término. Além disso, a economia brasileira está “engatinhando”, com previsão de crescimento de menos de 1% nesse ano de 2014, enquanto a China planeja um crescimento de 7,5%.

dilma_lulaFora todas as promessas de campanhas não realizadas pelos candidatos do partido, o governo petista coleciona escândalos de corrupção, como o mensalão. Apoiado na guerra entre classes, seus militantes usam de termos de séculos passados como burguesia, clero e proletariado, ao invés de promover a união e o bom relacionamento entre as pessoas, insistem na política de segregação dizendo apoio às “minorias”. Esse discurso populista barato já não é capaz de persuadir uma população conectada e em rede, por isso a grande rejeição dos jovens para com o partido. Sabemos que somos todos interdependentes e uma sociedade só é saudável quando todos ganham, esse discurso burocrático e hipócrita já não cabe nos dias de hoje.

Por fim, esse artigo serve de reflexão, hoje a principal marca da política brasileira, o PT, não cumpre as promessas ao “consumidor”, tem seus valores questionados, usam de táticas sujas para denegrir a imagem de quem já foi aliado do partido, afinal, a Marina Silva foi ministra do governo Lula e hoje ela não serve mais?

O Brasil é um país com um grande potencial e uma marca muito valiosa, é inadmissível aceitarmos como principal marca da nossa política um partido hipócrita e com uma imagem tão deteriorada. Não se constrói uma marca com mentiras!

“Nenhuma herança é tão rica quanto a honestidade.” William Shakespeare

*fonte: Levantamento feito pelo especialista em análise de dados educacionais Ernesto Faria, a partir de relatório da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Compartilhe!
error0

No Facebook, Marca “deputado federal Ronaldo Nogueira” constrói balcão social.

Na campanha eleitoral de 2010, majoritária e proporcionais, o Twitter foi a rede social mais utilizada no corpo a corpo com os eleitores. Neste ano, o cenário eleitoral começa a se desenhar no Facebook, justificado por sua popularidade, caracteres ilimitados, opções diferenciadas de conteúdo, possibilidade de relacionamento e interatividade espontânea. O Brasil possui 76 milhões de usuários na rede social e é o segundo país no mundo com acesso diário ao Facebook.
A gestão da Marca “deputado federal Ronaldo Nogueira” prioriza a criação e a fidelização de relacionamentos na Internet. Philip Kotler já nos dizia que a Internet é uma verdadeira oportunidade de reinventar as empresas, dada a sua base de criação de relacionamento, ou marketing customizado. Em sete meses de gestão, iniciados na segunda quinzena de novembro de 2013, o trabalho do Branding fez com que os amigos e seguidores passassem a conversar a respeito de suas experiências pessoais correlacionadas ao conteúdo da postagem dos dois perfis do Facebook e da fan page.

Houve uma inovação da relação “postagem X curtidas” para “informação + engajamento”, e do perfil, predominantemente religioso – uma vez que o parlamentar é membro da Assembleia de Deus –, para o desenvolvimento, também, do político.
Esta construção passou, simultaneamente, pela comunicação da Marca nas artes de datas comemorativas, de aniversário e de campanhas; adaptação da linguagem do deputado, exigida pelo Branding; administração dos posts pela +hmaisd; criação de campanhas para a divulgação dos trabalhos na Câmara dos Deputados – projetos de leis, ações e bandeiras, como o da regulamentação da profissão de detetive particular no Brasil. Esta, inclusive é uma particularidade identificada na análise. Apesar de o deputado já atuar em prol da reivindicação da categoria, foi no começo da Gestão Branding que se estabeleceu a relação de amizade no Facebook com o Conselho Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Particular no Brasil. A partir daí, em um período de quatro meses, foi lançada a campanha pela aprovação da lei que garante o direito a esses profissionais, com adesão e conquistas de novos seguidores/amigos, além do apoio da presidência nacional do PTB – partido do parlamentar. No final de maio, a fan page da Entidade já estava indicando aos seus amigos para seguirem a página do deputado Ronaldo Nogueira, tamanha a percepção que a gestão da Marca propiciou na visibilidade do seu trabalho.

Para o público religioso, visivelmente mais atuante, foram estabelecidas postagens diárias em homenagem aos 90 anos da assembleia de Deus no Rio Grande do Sul, destacando a sua história em diferentes regiões do Estado. Para fortalecer ainda mais o processo de gestão da Marca, foi criado um selo especial para a data. Até então, o relacionamento com este segmento limitava-se, apenas, na divulgação de celebrações religiosas e de reflexões bíblicas. O dado mais significativo constatado nesse processo
foi a transformação das mídias em legítimos “balcões sociais”, os quais ficaram oficializados. A ferramenta, visivelmente, ultrapassou sua função.

Uma vez constatada a aceitação do “produto” nos principais targets, com a profissionalização da Marca, criou-se o cenário favorável para a expansão das estratégias. A confiança do parlamentar no processo foi atestada ao delegar para a +hmaisd, além da gestão da Marca, a coordenação editorial do seu primeiro livro. As principais publicações pós-lançamento do livro – ocorrido nas datas 30 e 31 de maio de 2014, em Porto Alegre e Carazinho, respectivamente – foram as postagens com maior repercussão nos meses da consultoria. Cabe salientar que esta ação de Marca obteve os resultados previstos e, como consequência, ampliou, significativamente, os limites do território geográfico da Marca rumo ao top of mind.

Gestão de marca “Deputado Federal Ronaldo Nogueira” feita pela +hmaisd

Print

Inbox

A +hmaisd ateliê branding design iniciou o projeto pioneiro de Branding na Política em maio de 2013.

 

Joao HilgertJoão Carlos Hilgert do Amarante

Branding & Endobranding Especialist, sócio-fundador (+Branding) da H+D Ateliê Branding Design, autor do projeto de Branding “Pioneirismo da Gestão Corporativa na Política”. Apaixonado por gestão de pessoas e movido a desafios.

 

Daniela1Daniela da Silva Cenci

Coordenadora (+Rede) da Comunicação Social da H+D Ateliê Branding Design, jornalista com estilo de construção de texto pragmático, criativo e, principalmente, objetivo. Sólida experiência no Jornalismo Político.

 

Compartilhe!
error0

A gestão corporativa chega à Política para profissionalizar perfis, serviços públicos e mudar a forma atual de se fazer política. A ideia de desenvolver os conceitos do branding nesse cenário surgiu a partir do MBA em Gestão de Marcas (branding) da Universidade Anhembi Morumbi, cursado pelo diretor +Branding da H+D Ateliê Branding Design, João Hilgert. “Os insights durante o MBA sinalizavam que uma nova Era estava chegando ao Brasil: a Era das Marcas e, consequentemente, quebra de paradigmas. Os conhecimentos acadêmicos sinalizavam macro universos, porém demarcados. Constante era a inquietação de, ancorado na Academia, estabelecer estratégias que desvendassem, ainda mais, esse universo”, destaca João Hilgert.

E é com essa proposta que a H+D mergulha em busca do novo. Não o novo como significando apenas de algo diferente (inovador), mas sim por entender que o branding é um portal de infinitas percepções: plataforma T(co-branding + deeper); convicta de que o limite está na proporção da capacidade de criação. No Rio Grande do Sul, realiza um trabalho pioneiro com dois deputados, um em nível estadual (Jurandir Maciel) e outro em federal (Ronaldo Nogueira). Em seis meses de gestão, o Ateliê já contabilizou um crescimento de 44% no número de agendas oficiais do case estadual.

A Gestão Branding é focada na Marca: detecção do DNA, formatação, alinhamento com os stakeholders internos (endobranding), identificação de nichos pela estratégia x resultados (SWOT), comunicação e relacionamento da Marca com o Mercado. Esse ferramental possibilita à profissionalização da Marca, que consiste no engajamento dos colaboradores, na melhor percepção do desempenho do produto (perfil político ou serviço público), menor vulnerabilidade às ações de marketing da concorrência, maior eficácia de programas de comunicação, oportunidade de extensão da própria Marca e fidelidade com o público externo (relacionamento com os eleitores).

Marca Jurandir MacielNo case Jurandir Maciel, as estratégias desenvolvidas utilizando os conceitos do branding impulsionaram o número de compromissos nacionais (16) e internacionais (05) do parlamentar e fizeram com que a Marca começasse a se relacionar com o universo federal, através de projetos de interesse nacional, e a se projetar, inclusive, para países integrantes do Mercosul. Esse trabalho também fez com que entidades civis do Rio Grande do Sul passassem a interagir com a “Marca deputado estadual Jurandir Maciel”. Devido ao novo posicionamento da “Marca” foram necessários alguns ajustes estratégicos em todo o processo de endobranding.

Para que a metodologia inovadora aconteça, os colaboradores (verdadeiros embaixadores da Marca) devem estar integrados e apoderados para construir o diferencial. Um exemplo disso é que as assessorias de comunicação, tanto na gestão do deputado estadual, quanto na do federal, tiveram que modificar a linguagem dos textos, informativos e notícias; desenvolver novas modalidades de relacionamentos nas redes sociais; e criar peças publicitárias conforme os manuais das Marcas. Outros departamentos também tiveram que se adequar as mudanças: o setor de Relacionamento (banco de dados) passou a contar com perfis psicográficos, a Agenda passou a ser integrada, a Logística a ser elaborada com estratégia, e o Jurídico a fazer parte da gestão, que é sistêmica. A máquina pública é analógica e as pessoas estão digitais.

“A gestão corporativa norteia os princípios da administração pública, que são a legalidade, a moralidade, a publicidade e a eficiência”, a constatação é do deputado federal Ronaldo Nogueira. Em sua avaliação, “o branding trouxe conhecimento inovador que quebrou paradigmas promovendo o engajamento e a percepção de toda a estrutura do sistema político, com metas estabelecidas e comprometimento, principalmente, com a missão da Marca”.  Para Jurandir Maciel, o branding  reflete na excelência da prestação de serviços. “Hoje estou colhendo os resultados desse trabalho, com projetos em diferentes frentes e com um volume significativo de demandas não podendo, inclusive, atender a todas como gostaria”, conclui.

Joao HilgertJoão Carlos Hilgert do Amarante

Branding & Endobranding Especialist, sócio-fundador (+Branding) da H+D Ateliê Branding Design, autor do projeto de Branding “Pioneirismo da Gestão Corporativa na Política”. Apaixonado por gestão de pessoas e movido a desafios.

 

Daniela1Daniela da Silva Cenci

Coordenadora (+Rede) da Comunicação Social da H+D Ateliê Branding Design, jornalista com estilo de construção de texto pragmático, criativo e, principalmente, objetivo. Sólida experiência no Jornalismo Político.

Compartilhe!
error0